atletico token

Atlético Mineiro lança token para torcedores

O mais recente time de futebol a adotar cripto é o clube de futebol Atlético Mineiro, que está lançando um token para os fãs, o Galo Coins.

O Atlético Mineiro é um clube da primeira divisão brasileira, seu token permite aos fãs comprar ingressos para jogos, produtos e obter vários descontos no clube.

A melhor parte da nova moeda é sua simplicidade, o que é essencial quando se tenta atrair novos usuários de cripto. Os Galo Coins têm o mesmo preço do real brasileiro. Os fãs precisam comprar pelo menos 50 Galo Coins para poder usar os tokens.

O token é semelhante à plataforma Foot Coin e permite que os usuários troquem as moedas por tokens Ethereum. Outros clubes de futebol que atualmente usam o mesmo conceito são o Paris Saint Germain e os gigantes italianos, Juventus.

Recentemente, vimos lendas do futebol, como Ronaldinho, criar sua própria Ronaldinho Soccer Coin (RSC), e outros jogadores de renome mundial como, Didier Drogba, Michael Owen, Roberto Carlos, Luis Figo e Lionel Messi, também criar suas moedas ou endossar algum token.

No início deste ano, Gibraltar United se tornou o primeiro time de futebol do mundo a pagar seus jogadores em cripto. O dono do clube, Pablo Dana, criou seu próprio token, Quantocoin, que pode ser usado como modelo para os clubes que desejam integrar cripto em seus clubes de futebol. 

Definitivamente, o futebol e as criptos criaram uma parceria que pode mudar a forma como os torcedores compram ingressos e produtos.

FlowBTC lista EOS e faz promoção de Natal dando bônus de até 12 EOS mais sorteio de 25 EOS
Leia também
FlowBTC

Comprar e vender BitcoinEthereumRipple, Bitcoin Cash, Litecoin e EOS é na FlowBTC! A plataforma mais segura e rápida do Brasil, com 3 anos de história, nunca saiu do ar e nem foi hackeada. É a única corretora brasileira que possui grandes investidores do mercado financeiro tradicional. Invista com especialistas, abra já sua conta.

Quer ficar por dentro de mais conteúdo? Siga o BrBitcoin nas redes sociais:

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta