universidade blockchain

CoinDesk lista as 10 melhores universidades blockchain dos EUA

Nos últimos anos, universidades em todo o mundo investiram no desenvolvimento de currículos e recursos em torno da tecnologia blockchain. Em resposta ao crescente interesse dos estudantes, o CoinDesk fez uma lista das principais universidades blockchain dos Estados Unidos. 

 

1. Stanford

No topo da lista, Stanford continua a construir sua reputação como líder na área. Os cursos interdisciplinares anteriores, como “Moeda Digital e Cibercrime”, permitiram que alunos das renomadas faculdades de Direito, Administração e Informática de Stanford estudassem o assunto.

Stanford também se estabeleceu com professores conhecidos na indústria. Kathryn Haun, ex-promotora federal e agora sócia-geral da Andreessen Horowitz, ministrou uma aula de gerenciamento chamada “criptomoeda”, ao lado de Susan Athey, economista de renome mundial. Além de contar com outros líderes do setor, como Balaji Srinivasan, ex-CEO da Earn.com e atual CTO da Coinbase, que ministrou em conjunto um curso sobre bitcoin no departamento de ciência da computação.

Stanford também atraiu investimentos significativos da indústria de tecnologia blockchain. A fundação Ethereum conjuntamente com outras, fundaram o Stanford Center for Blockchain Research, um projeto de cinco anos dedicado a trabalhar nos muitos desafios técnicos da área.

 

2. Universidade da California, Berkeley

UC Berkeley, única escola pública no ranking da CoinDesk. A escola também se esforça para oferecer educação interdisciplinar com cursos como o intitulado “Blockchain, Criptoeconomia e o Futuro da Tecnologia, Negócios e Direito”. A universidade se beneficia da organização estudantil Blockchain, que educa e constrói produtos, realizando trabalhos de consultoria paga para grandes empresas como a Airbus e a Qualcomm. Além disso, as faculdades de direito e administração de Berkeley também possuem seus próprios clubes relacionados a blockchain.

 

3. Universidade de Nova York

Uma das primeiras escolas a oferecer um curso relacionado a blockchain. Desde 2014, os professores David Yermack e Geoffrey Miller tem oferecido o curso “Moeda digital, blockchains e o futuro dos serviços financeiros”, o curso tem foco no “papel emergente das moedas digitais e blockchain no dinheiro, no banco e na economia real”.

A universidade possui algumas das melhores extracurriculares para blockchain. Em 2014 manteve a primeira universidade apoiada bitcoin hackathon. Foi patrocinada pela universidade Leslie Entrepreneurs Lab e se associou a empresas: Chain e Blockchain. Também tem o Blockchain Lab e Blockchain Digital Asset Forum como organizações que chamam a atenção no campus.

 

4. Instituto de Tecnologia de Massachusetts

Os estudantes interessados em aprender os fundamentos técnicos de criptomoedas e blockchain não iriam encontrar uma opção melhor do que o MIT. Com cursos como “Engenharia das criptomoedas e design”, ministrados em conjunto por Tadge Dryja, coautor do jornal Lightning Network e ex-CTO da Lightning Labs, e Neha Narula, diretora da Digital Currency Initiative (DCI) do MIT, os alunos podem ver os mais recentes desenvolvimentos na tecnologia. A escola de negócios Sloan do MIT oferece cursos como “Blockchain e dinheiro”, expondo os alunos às implicações comerciais e regulatórias da tecnologia.

 

5. Universidade de Cornell

Cornell traz alguns cursos superiores de ciência da computação com “Blockchains, Criptomoedas e contratos inteligentes”, ministrado por Ari Juels e Rafael Pass, e “Consenso distribuído e Blockchains”, ministrado por E. Shi.

Os estudantes da universidade lideram o clube Cornell Blockchain no campus. Além disso, conta com o IC3, Initiative for Cryptocurrencies & Contracts, é uma iniciativa de membros do corpo docente da Cornell e de outros importantes centros educacionais, como a UC Berkeley e a University College London. Eles buscam colaborar com especialistas em finanças e bancos, empreendedores, reguladores e comunidades de software de código aberto para blockchain da idealização à implementação prática.

 

6. Universidade de Georgetown

Encontra seu nicho no ecossistema blockchain, tirando vantagem de sua conexão com os círculos de formulação de políticas em Washington DC.

A maioria dos cursos de blockchain da Georgetown é cortesia de sua faculdade de direito, onde os alunos podem se inscrever para cursos como “Criptomoedas, Ofertas de Moedas Iniciais e o Seminário de Direito”. Nomeados nomes como Chris Bremmer e Patrick J. McCarty, lecionam o curso.

 

7. Universidade de Harvard

Harvard oferece alguns cursos de ciência da computação como “Introdução ao Blockchain e Bitcoin”, ministrados por Julian Avila, além de ter um curso de negócios com foco compartilhado em blockchain chamado “Empreendedorismo e Inovação” ministrado por James C. Fitchett.

O Harvard Blockchain Group e o Harvard Undergraduate Blockchain Group ajudam a gerar interesse no campus por meio de eventos e depois de horas de conteúdo educacional. A universidade também oferece um local exclusivo para interagir com parceiros no espaço educacional como o MIT e empresas na área da grande Boston.

 

8. Universidade de Duke

O programa blockchain da Duke University se beneficia dos esforços pioneiros de um único professor da escola de administração, Campbell Harvey. Em 2014, ele estreou o curso “Inovação e Cryptoventures”. Harvey também ajudou a fundar o Duke Blockchain Lab, uma organização estudantil que reúne estudantes, professores e profissionais. O laboratório fornece uma conexão com a comunidade profissional de blockchain, com muitos membros atuais e ex-membros do laboratório trabalhando em empresas líderes do setor.

 

9. Universidade de Carnegie Mellon

Cursos Blockchain surgiram em salas de aula como “Criptomoedas, Blockchains e Aplicações”, ministradas por Nicolas Christin e Kyle Soska. O curso aborda os aspectos tecnológicos, legais e de negócios do blockchain.

O clube CMU Blockchain oferece aos alunos protótipos de projetos de blockchain em diferentes setores, da IoT à agricultura.

 

10. Universidade da Pennsylvania

Embora a Universidade da Pensilvânia ainda não ofereça tantos cursos, um núcleo de adotantes iniciais no campus ajudou a criar uma comunidade. Professores como Kevin Werbach, professor de estudos jurídicos e de ética nos negócios, ajudaram a promover o crescimento no campus.

O apoio de professores e o interesse substancial dos alunos da renomada escola de negócios Wharton, da Pensilvânia, resultou na formação do clube Penn Blockchain, que conta com centenas de alunos de várias formações acadêmicas e organiza uma conferência anual.

 

Leia Também: E-book INÉDITO de Ethereum (ETH) da corretora FlowBTC

FlowBTC

Comprar e vender Bitcoin, Ether, Bitcoin Cash e Litecoin é na FlowBTC. A FlowBTC é a plataforma mais segura e rápida do Brasil, com 3 anos de existência, nunca saiu do ar e nem foi hackeada. Além disso, é a única corretora brasileira que faz parte da Enterprise Ethereum Alliance. Invista com especialistas, abra já sua conta em https://www.flowbtc.com.br/

Quer ficar por dentro de mais conteúdo? Siga o BrBitcoin nas redes sociais:
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta