carteira ledger

Ledger lança carteira de hardware habilitada para Bluetooth

De acordo com um comunicado de imprensa de hoje, a Ledger, fabricante de carteiras de cripto, revelou uma nova carteira baseada em Bluetooth.

A carteira chamada Ledger Nano X, foi exibida na conferência CES 2019 em Las Vegas. Ao mesmo tempo, a empresa anunciou que o aplicativo móvel deve entrar em operação em 28 de janeiro, permitindo que seus usuários gerenciem suas transações e verifiquem seus saldos em um dispositivo móvel. A Ledger Nano X terá a capacidade de armazenar 100 ativos de cripto.

Em outubro, a gigante de tecnologia Sony anunciou que havia desenvolvido uma carteira de cripto sem contato que utilizava a tecnologia inteligente IC. Embora ainda não tenha data para lançamento do produto, a Sony observou que o dispositivo seria capaz de gerenciar chaves privadas para armazenar informações privadas no blockchain, bem como gerenciar o armazenamento de criptos.

A Ledger informou que havia vendido mais de 1 milhão de carteiras em 2017, o que atraiu maiores investidores de tecnologia como a Samsung, a GV e a Siemens. A empresa também abriu um escritório em Hong Kong no final de outubro.

Em dezembro, uma equipe de pesquisa demonstrou as vulnerabilidades relatadas no hardware da Ledger que supostamente permitiam a instalação de qualquer firmware na carteira. Em resposta, a Ledger publicou uma declaração de que as vulnerabilidades não eram críticas, e os métodos de invasão apresentados eram impraticáveis.

Não perca mais nenhuma análise e notícia sobre o mundo cripto. Entre no nosso grupo do Telegram e fique por dentro dos principais acontecimentos do mercado.
Leia também
FlowBTC

Comprar e vender BitcoinEthereumRipple, Bitcoin Cash, EOS e Litecoin é na FlowBTC! Uma plataforma segura e rápida, com 3 anos de história, nunca saiu do ar e nem foi hackeada. Uma corretora que possui grandes investidores do mercado financeiro tradicional. Invista com especialistas, abra já sua conta.

Quer ficar por dentro de mais conteúdo? Siga o BrBitcoin nas redes sociais:

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta