spankchain cripto

SpankChain pagou 70.000 em cripto para camgirls em 6 meses

Desde que arrecadou 6 milhões de dólares em uma ICO de 2017, a startup de pornografia SpankChain se diferenciou do pacote de venda de tokens oferecendo uma plataforma com milhares de usuários.

Desde que o site da SpankChain foi lançado em abril, a empresa pagou aproximadamente 72.422 dólares em cripto para modelos de webcam. Vários artistas freelancers da SpankChain dizem que agora ganham mais na SpankChain do que em qualquer site pornô convencional.

A artista River Sunshine, disse à CoinDesk que é camgirl há 5 anos e estava fazendo em três sites combinados, 6% do que fez em 30 dias na SpankChain. Molly Mae Meow, com mais de seis anos de atuação, disse que também ganha muito mais dinheiro com a SpankChain, que cobra apenas 5% de seus rendimentos em comparação aos 50% do mercado. Mae Meow disse que acredita que os membros gostam de saber que ela está recebendo quase toda a quantia, e ainda acrescentou que no começo estava um pouco cética mas agora ama cripto.

Sunshine e Mae Meow são exemplos de veteranos da indústria pornô que foram apresentados à criptomoedas através da SpankChain. Elas geralmente sacam os tokens SPANK da plataforma baseada em ethereum, conforme necessário para as despesas e armazenam o restante como alguma forma de ativo digital para economias de longo prazo. As artistas garantem que assim se sentem no controle do seu dinheiro.

A plataforma lucrativa da SpankChain está se espalhando pelas redes sociais dos artistas. De acordo com os dados internos da SpankChain, toda semana cerca de 20 novos artistas se inscrevem para participar.

Apesar da popularidade e da liberdade que a plataforma oferece aos modelos, nem tudo são flores. É importante refletir se sob a lei dos EUA, SPANK não é um título não registrado, o que iria expor a SpankChain ao risco regulatório.

O sócio do escritório de advocacia Byrne & Storm, P.C., Preston Byrne disse à Coindesk que, a questão é como as pessoas percebem e usam os tokens, e em geral, qualquer sistema de token que não inclua mecanismos para impedir negociações especulativas poderia apresentar algum risco do ponto de vista da lei de valores mobiliários.

O CEO da SpankChain, Ameen Soleimani, disse que não está preocupado com os reguladores que impedem o crescimento do ecossistema porque a equipe nunca discutiu a valorização do preço e deliberadamente tentou manter o SPANK fora das principais exchanges. Soleimani prosseguiu dizendo que sua empresa não foi contatada pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos e que ficaria feliz em cooperar com esses reguladores.

Um aspecto que complica as perguntas sobre o SPANK é que a própria plataforma de webcam do SpankChain não é a estratégia de receita de longo prazo da startup. Em vez disso, o site da webcam é essencialmente uma proof-of-concept para o processamento de pagamento cripto da SpankChain, usando o sistema stake da SPANK.

Apesar de tudo, o sentimento geral no ecossistema mais amplo do ethereum recentemente provocou demissões na startup. Soleimani declarou:

“Embora estejamos imensamente orgulhosos do impacto do Spank.live, nosso principal modelo de receita é baseado na adoção de nossa carteira SpankPay em toda a indústria adulta – e isso levará algum tempo… em face do mercado de baixa, a SpankChain teve que reduzir e reorientar os esforços.”

Ao mesmo tempo, o aumento da censura financeira desde que as contas do SESTA-FOSTA passaram pelo Congresso no início deste ano está forçando muitos artistas a se deslocarem para ambientes públicos mais perigosos. Sunshine disse que depois que essas leis foram aprovadas, ter controle sobre seu próprio processo de saque foi crucial.

O sistema da SpankChain, como muitas plataformas blockchain, permite o acesso imediato a fundos porque não há espera para lidar com cobranças de cartão de crédito. Sunshine disse que agora prefere cripto sobre fiat e que gostaria de pagar seu aluguel e suas contas diretamente da sua carteira cripto.

 

Veja também: FlowBTC organiza Meetup sobre Stablecoins no dia 04/12 em São Paulo.
FlowBTC

Comprar e vender BitcoinEthereumRipple, Bitcoin Cash e Litecoin é na FlowBTC! A plataforma mais segura e rápida do Brasil, com 3 anos de história, nunca saiu do ar e nem foi hackeada. É a única corretora brasileira que faz parte da Enterprise Ethereum Alliance e possui grandes investidores do mercado financeiro tradicional. Invista com especialistas, abra já sua conta.

Quer ficar por dentro de mais conteúdo? Siga o BrBitcoin nas redes sociais:

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta